Setor Secundário é um dos três setores da economia

O setor secundário, um dos três setores da economia, é o que transforma matéria-prima, extraída e/ou produzida pelo setor primário, em produtos de consumo ou em máquinas. Vamos conhecê-lo?

O setor secundário é dividido em duas indústrias: indústria leve, que utiliza matérias-primas e produtos semiacabados para fabricar artigos de uso e consumo específico, e Indústria pesada, que produz máquinas e/ou matéria-prima para outras indústrias.

O setor secundário é muito importante para a economia em países desenvolvidos, pois é fonte de bons empregos.

Setor Secundário é um dos três setores da economia
A indústria é a atividade do setor secundário

Suas principais divisões são:

  1. Fábricas aeroespaciais
  2. Fábricas automobilísticas
  3. Fábrica de confecções
  4. Indústria de aço
  5. Indústria cervejeira
  6. Indústria de cigarros
  7. Indústria de eletrônicos
  8. Indústria de energia (petróleo, gás e energia elétrica)
  9. Indústria informacional
  10. Indústria de maquinaria
  11. Indústria de telecomunicações
  12. Indústria química
  • A região Sudeste é a que tem o maior parque industrial do país e a que também têm as maiores montadoras e siderúrgicas do Brasil;
  • A região Sul atua no setor automobilístico, mas também tem diversas metalúrgicas e indústrias dos setores têxtil e de alimentos;
  • No Nordeste o destaque vai para o setor petroleiro;
  • Na região Norte temos a Zona Franca de Manaus, muito importante para o setor secundário;

Classificação das indústrias:

A classificação das indústrias, de acordo com a finalidade industrial, é muito empregada em análises econômicas e geográficas.

Nessa classificação, as indústrias são divididas em bens de produção e de capital (chamados de indústria de base) e de bens de consumo.

Indústrias de bens de produção

São as indústrias que fabricam matérias-primas (para outras fábricas) a partir da transformação de algum elemento natural.

Indústrias de bens de capital

São as indústrias que fabricam maquinários e equipamentos geralmente utilizados por outras indústrias ou no sistema agrícola mecanizado.

Como esse tipo de fábrica exige um alto grau de conhecimento técnico e de domínio tecnológico, acaba sendo considerado um ramo estratégico da economia.

Indústrias de bens de consumo

São as fábricas que transformam matéria-prima em mercadoria e direciona imediatamente ao setor terciário.

Elas são divididas em indústrias de bens duráveis (que fabricam móveis, computadores, eletrodomésticos, etc.) e indústrias de bens não duráveis (que fabricam alimentos, bebidas, roupas, medicamentos, calçados, etc.).

A classificação das indústrias, de acordo com o tipo de atividade, é dividida em:

Indústria extrativa: São as indústrias que operam a partir da extração de recursos naturais, geralmente não renovável (a exemplo do petróleo) ou algum tipo de vegetal.

Indústria de transformação: São as indústrias que operam a partir da transformação de algum recurso natural extraído ou de recurso já transformado.

A classificação das indústrias, de acordo com o setor de atuação, é dividida em (citaremos algumas):

Indústrias energética: Produz energia ou combustível;

Indústria alimentícia: Produz alimentos e bebidas;

Indústria da construção civil: Inclui todas as atividades de construção de prédios, residências, estrutura física de outras fábricas, etc.;

Indústria informacional: Produz softwares, aplicativos, computadores, smartphones, etc.;

Indústria bélica: Produz armamentos e veículos usados em conflito para fins estratégico;

Indústria aeronáutica: Pesquisa desenvolve e fabrica serviços e comercialização de aeronaves e seus componentes;

Indústria naval: Fabrica embarcações e veículos de transporte aquático em geral (navios, submarinos, lanchas, etc.);

Indústria automotiva: Fabrica, projeta e desenvolve automóveis;

Indústria farmoquímica: Trabalha com a extração dos farmoquímicos de várias formas (pode ser por processos extrativos do reino animal ou vegetal.

A extração ocorre também por síntese química e por processos tecnológicos clássicos).

Farmoquímicos são os produtos que possuem atividade farmacológica, ou seja, que interagem com os sistemas biológicos tendo finalidades medicinais.

A expressão “insumos farmacêuticos ativos” define os farmoquímicos que são usados como sinônimo para “princípio ativo”, presente nos medicamentos; Entre outras.

Algumas profissões no setor secundário

O Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) analisou como as novas tecnologias estão influenciando e irão influenciar a dinâmica de alguns setores da indústria brasileira.

A partir daí, mapeou as profissões (de nível médio e superior) que ganharão relevância nos próximos anos e as que serão criadas por conta das novas tecnologias e novos equipamentos. Vejamos abaixo alguns exemplos.

Setor Automotivo

Eletromecânico de automóveis: Profissional responsável por realizar a manutenção e instalação de sistema multimídia e de conectividade, calibra sensores do sistema de segurança, calibra mecanismo de mudança e embreagem das transmissões automatizadas.

Mecânico de automóveis leves: Profissional que faz a inspeção e reparação de veículos híbridos, elétricos e direção elétrica.

Técnico em manutenção automotiva: Profissional programa centrais (chaves, alarme, multimídia de navegação, injeção eletrônica, via scanner e/ou computador), realiza diagnósticos e análises de dados de testes para sistemas automotivos, subsistemas ou componentes.

Mecânico de veículos híbridos: Esse profissional irá realizar diagnósticos de motores a combustação interna e/ou elétrico e todas as atividades de manutenções preditiva e preventiva de veículos híbridos.

Segundo o estudo, de 11% a 30% das empresas do setor demandarão este profissional nos próximos 5 anos.

Alimentos e Bebidas

Técnico em açúcar e álcool: É o profissional que trabalha no controle e na supervisão dos processos tecnológicos da produção de açúcar, álcool e de subprodutos.

Técnico em cervejaria: É o profissional que supervisiona as atividades de uma indústria cerveja, a moagem do malte, a maceração, a filtração, a fervura, a decantação e o resfriamento do mosto à fermentação/maturação, filtração e o envase da cerveja.

Auxilia na execução do controle físico, químico e microbiológico das indústrias cervejeiras. Faz análises para o controle das matérias-primas e aditivos utilizados na produção da bebida e no tratamento do produto final.

Operador de processamento de grãos: É o profissional capacitado para executar o processamento de grãos e cereais em conformidade com as normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança do trabalho e dos alimentos, higiene, saúde e preservação ambiental.

Aplica técnicas de embalagem, secagem, estocagem e produção de óleos em sua função.

Operador de processamento de bebidas: Esse profissional tem o conhecimento sobre elaboração de bebidas alcoólicas e não alcoólicas e pode atuar desde a manipulação da matéria-prima, passando pela linha de produção, armazenagem e encaminhamento do produto final, sempre trabalhando de acordo com as normas de qualidade, segurança e meio ambiente.

Técnico em impressão de alimentos: Profissional que fará a manutenção das máquinas responsáveis pela impressão de alimentos.

Especialista em aplicações de embalagens para alimentos, fará pesquisas de aplicação de novos materiais, técnicas de embalagem, novas embalagens, melhoras de embalagens para novas tecnologias.

Máquinas e Ferramentas

Técnico em manutenção de máquinas industriais: Esse profissional têm as habilidades para trabalhar em gestão e execução de manutenção de máquinas, sistemas e equipamentos automatizados, desenvolver projetos e confecção de peças e componentes de reposição.

Realiza manutenção corretiva e preventiva, instalação e montagem de equipamentos e máquinas industriais e avalia periodicamente as necessidades de reparo.

Técnico em mecânica: É o profissional que faz a elaboração de projetos de produtos, ferramentas, máquinas e equipamentos mecânicos, planeja, aplica e controla procedimentos de instalação e de manutenção mecânica de máquinas e equipamentos.

Projetista para tecnologia 3D: Atuará na modelagem em software CAD e/ou específicos para impressão 3D.

Tecnologia da Informação e Comunicação

Técnico programador de jogos digitais: É o profissional que projeta, desenvolve e implementa jogos digitais. Codifica programas, desenvolve e editora elementos sonoros e gráficos em 2D e 3D, gerencia e presta suporte a jogos digitais.

Técnico em desenvolvimento de sistemas: É o profissional que desenvolve programas para computadores e outros dispositivos (celulares, tablets, etc.), tendo em vista a automação de todos os processos relativos às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), atendendo normas e padrão de qualidade, usabilidade, integridade e segurança da informação.

Engenheiro de cibersegurança: Profissional realizará testes de ingresso e outras ferramentas de cibersegurança, usando-as para manter a empresa segura de ameaças internas e externas.

Especialista em Big Data: Analisará dados para detectar movimentos econômicos do segmento e do contexto no qual se encontra a empresa, dirá como a empresa pode se inserir em novos ninchos de mercado.

Se você tem interesse em fazer um curso profissionalizante, acesse o link abaixo para acessar e conhecer nossos cursos:https://academiadeprofissoes.com.br/cursos/

Neste artigo, abordamos o Setor Secundário, que é um dos três setores da economia. No próximo artigo falaremos sobre o setor terciário. Até lá!!!

Sobre o Autor

Elaine Santana
Elaine Santana

Uma pessoa tentando fazer desse mundo um lugar melhor para se viver! Empatia, respeito, lealdade e senso de justiça tem faltado em alguns seres humanos!

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Entre em contato pelo WhatsApp!