Conheça algumas profissões na área musical

Para que um show ocorra, primeiro é necessário uma produção competente e, para que você conheça algumas profissões na área musical, é importante ler este artigo e entender as principais áreas que compõem esta arte.

Existem vários tipos de produção: a artística, a executiva e a cultural. 

Para uma banda ficar pronta para tocar, existem muitas providências a tomar nesse processo.

Depois da produção, vem os roadies, os técnicos de som, os operadores de som e os iluminadores. Tudo vai depender do tamanho do espetáculo.

Quando as apresentações são maiores, a quantidade desses profissionais aumenta e também vão surgindo outros, como cenografistas e VJ’s, responsáveis pelas projeções no palco.

Conheça algumas dessas profissões

Direção de Cena

A principal característica do diretor de cena é entender a importância da participação ativa de toda equipe durante o processo de criação e temporada de uma produção, uma vez que é esse o profissional responsável por dar as “deixas” para os efeitos de luz, som, maquinaria cênica, entradas de atores e bailarinos em cena.

Ele assegura que cada profissional cumpra sua função no momento exato. Portanto, é essencial que ele tenha um entendimento geral das áreas do local do espetáculo.

Diferentemente da direção teatral, mais focada na parte artística, a direção de cena engloba todo o funcionamento de um espetáculo, desde o planejamento e a organização, até a operação, montagem e desmontagem, sempre atento às questões estéticas.

Esse profissional é, portanto, uma espécie de coordenador geral de todas as atividades no backstage

Roadie

roadie é aquele que carrega os equipamentos, mas também executa as funções de preparação e montagem da aparelhagem nos palcos, antes das apresentações, instalando a iluminação, os amplificadores.

O profissional prepara e instala toda parte técnica eletrônica, afina e testa os instrumentos e módulos eletrônicos etc.

roadie também auxilia continuamente nos detalhes técnicos durante os espetáculos, de acordo com sua habilidade e experiência.

Durante espetáculos, ele é uma espécie de “salva-vidas” do músico, ajudando o guitarrista a trocar de guitarras quando necessário, substituir baquetas quebradas do baterista, ajustando os microfones, substituindo cabos faltosos etc.

Com o passar do tempo, um roadie pode executar funções mais técnicas, como auxiliar na mesa de som, mixagem ou controle de luzes.

roadie é o profissional que quase ninguém nota, mas que, para uma boa performance de palco, é indispensável, sempre cobrindo a retaguarda do músico nas situações adversas em shows.

Ele é sempre o primeiro a chegar ao local do show e é sempre o último a ir embora.

Sobre a profissão

Para que você conheça algumas profissões na área musical, é fundamental entender a função do roadie, peça chave nessa engrenagem. No Brasil, o roadie é uma profissão recente (menos de 50 anos), que vem aos poucos tomando lugar na cena musical.

Os músicos estão reconhecendo cada vez mais a importância deste profissional, e o mercado para esse ofício está se expandindo cada vez mais.

Atualmente, o trabalho é tão reconhecido que o roadie não trabalha somente para bandas.

Artistas solo que tocam em bares, ou que trabalham nas festas em geral, requerem o trabalho de um profissional que entenda da dinâmica de uma apresentação para auxiliá-los.

O trabalho do roadie não é só carregar equipamentos. O profissional também pode, por exemplo, atuar na direção de palco de show, ou seja, na comunicação com os demais membros da equipe técnica, coordenando tudo o que diz respeito a som e iluminação de palco.

São esses profissionais que deixam tudo funcionando para que o show aconteça e o fã não perca nenhum detalhe: técnicos de luz e som, técnico de guitarra, de bateria, assistentes de produção, etc.

O trabalho do roadie está expandindo barreiras, a ponto que não só os estilos populares, mas também as apresentações de música erudita contratarem o profissional.

Atualmente, o trabalho de um roadie vem cada dia mais sendo exigido em conhecimento e convivência, já que passam maior parte do seu tempo na estrada, passaram a ser também uma espécie de técnicos em eletrônica, luthier, termo que deriva de francês “luth”, que significa alaúde. Dá nome ao profissional especializado em construir ou reparar instrumentos de corda.

roadie deve sempre pensar à frente, prevendo e prevenindo falhas e necessidades dos músicos e das gigs (shows, eventos, espetáculos, pequenas apresentações etc).

A profissão de roadie exige dedicação em excesso, paciência, conhecimento instrumental, inglês técnico, abdicação de boa parte do lazer, das horas de sono.

O roadie tem que passar segurança para o artista ou banda com a qual ele está trabalhando.

Atenção aos detalhes é um pré-requisito básico.

O roadie é considerado o terceiro olho do músico, o terceiro braço. Muitos costumam chamá-lo de “O anjo da guarda do artista”.

Está presente na hora da carga e descarga dos equipamentos, montagem e marcação do palco, passagem de som, durante o show e desmontagem de tudo.

Bandas surgem e acabam, mas o roadie se mantem e, por ter sempre algum artista novo, é um mercado que renova.

Se uma banda acaba agora, o roadie poderia migrar para outra, porque já tem experiência em roadie e produção.

É um mercado de networking. Leia AQUI nosso artigo com dez habilidades importantes para o profissional.

Imagem ilustrativa de show ao vivo que compõe o ambiente de trabalho do profissional que compõe algumas profissões na área musical
Show ao vivo é uma das demandas dos profissionais que atuam na área musical

Iluminador

O iluminador coordena e opera todo o sistema de iluminação de estúdios ou de externas, zelando pela segurança e bom funcionamento do equipamento. Elabora o plano de iluminação do espetáculo.

A iluminação cênica é uma área que requer cada vez mais profissionais gabaritados, seja pelo lado técnico ou artístico, seguir esse caminho exige, acima de tudo, dedicação e conhecimentos.

Isso inclui entender assuntos que vão desde a temperatura das cores, por exemplo, às tecnologias que regem o verdadeiro aparato tecnológico que há por trás dos holofotes e das luzes de led.

Sendo uma das grandes responsáveis pela valorização de um espetáculo, é a iluminação cênica que cria o clima, atuando, até mesmo, como cenário em alguns momentos.

O mercado se profissionalizou.

Hoje, um show, uma peça necessitam de iluminação específica e de bons profissionais que possam reger tudo isso com sensibilidade artística e conhecimento técnico aprimorado.

Técnico de som

Chama-se técnico de som o profissional que instala e repara equipamentos de som de acordo com a direção de um espetáculo ou show.

Ele fornece manutenção a estes equipamentos, auxilia tecnicamente o operador de som, quando necessário, e instala, configura, opera e monitora sistemas de gravação.

O técnico de som é muito importante e atua como um verdadeiro parceiro de uma banda.

O trabalho do profissional pode elevar o padrão de um show ou deixar uma apresentação inaudível, seja pela qualidade da operação ou por não ajustar direito um instrumento.

Uma coisa é certa: sem o trabalho desse profissional, o show não continua!

A profissão de técnico de som é bem relativa e ampla, pois as áreas de atuação são bem diferentes: o técnico de som pode trabalhar operando shows e eventos, gravação de estúdio, gravação audiovisual ou pós-produção de áudio.

  • No caso do som ao vivo, o técnico de áudio é responsável pelos processos que envolvem montagem, passagem de som, gerenciamento e monitoração de som.
  • No estúdio, é o responsável pela captação do som gravado, seja música ou efeitos sonoros.
  • No audiovisual, também é responsável pela captação, mas muitas vezes em locações fora do ambiente de estúdio.
  • Na pós-produção de áudio, o técnico de áudio faz a edição, mixagem e masterização do material gravado.
Mesa de edição é uma das ferramentas dos profissionais entre algumas profissões na área musical.
Mesa de edição de som

Operador de som

O operador de som trabalha especificamente com a manipulação e operação de equipamentos de som.

É o operador que, sob a supervisão e auxílio do técnico de som, efetua o controle de som durante os ensaios e espetáculos.

Para além dos conhecimentos técnicos requer uma sensibilidade teatral e conhecimento musical, podendo interpretar uma “partitura” (guião de som) de maior ou menor exigência, com tempos de resposta a “deixas”, execução de movimentos dinâmicos de crescendo e diminuindo, fazendo a banda de som integrar-se no espetáculo, sendo discreta ou impositiva.

Este artigo teve como objetivo que você conheça algumas profissões na área musical e entender a importância de cada profissional envolvido. A produção musical nunca vai parar e sempre será valorizada, ganhando ainda mais força com o advento da internet e os eventos digitais. Por isso, apresentamos as diversas oportunidades para trabalhar neste ramo da cultura.

Se você é um profissional do ramo e busca ganhar espaço entre os principais nomes que atuam hoje no mercado, acesse nosso artigo Como abrir um negócio, com dicas para se começar e se destacar.

Sobre o Autor

Elaine Santana
Elaine Santana

Uma pessoa tentando fazer desse mundo um lugar melhor para se viver! Empatia, respeito, lealdade e senso de justiça tem faltado em alguns seres humanos!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Entre em contato pelo WhatsApp!